1. Home
  2. NEGÓCIOS
  3. BTL é adiada para o próximo ano

BTL é adiada para o próximo ano

0
0

A Fundação AIP, enquanto entidade organizadora, através da Lisboa- Feiras Congressos e Eventos, da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, anuncia o cancelamento da edição de 2021 da feira que iria acontecer nos próximos dias 12 a 16 de maio.

A BTL está prevista realizar-se assim no próximo ano entre os dias 16 e 20 de março na FIL, em Lisboa. A Fundação AIP explica, em comunicado, que “atento o estado da situação pandémica do Covid-19 a nível mundial, que determina ainda fortes restrições na capacidade de mobilidade internacional, o que condicionaria fortemente a presença dos visitantes profissionais e expositores internacionais, que são considerados um dos pilares estruturais para o sucesso da BTL, entendeu, depois de ouvir o Turismo de Portugal, as Entidades Regionais de Turismo e as Estruturas Associativas do Sector, adiar a BTL 2021”.

A organização entende que, com a nova data “ficam salvaguardadas as melhores condições para o restabelecimento de todas as dinâmicas geradas pela BTL enquanto maior evento do setor do Turismo em Portugal e da promoção dos principais produtos e serviços que o compõem, bem como para a participação dos visitantes profissionais e expositores internacionais”.

Bolsa de Viagens powered by BTL
No entanto, apesar do cancelamento da BTL, a organização vai realizar a Bolsa de Viagens powered by BTL, um “evento especial, focado na venda de produtos e serviços turísticos ao cliente final, que terá entrada gratuita, e que visa contribuir para o relançamento dos negócios no sector do turismo em Portugal, com particular incidência nas economias locais e na criação e preservação de postos de trabalho associados a este setor”.

A Bolsa de Viagens powered by BTL será organizada pela Fundação AIP e terá lugar na FIL – Centro de Congressos e Exposições de Lisboa – Parque das Nações de 4 a 6 de junho de 2021.

Este evento vai permitir às empresas do setor participar no mesmo num “contexto de custos controlados”.  A Fundação AIP refere que espera contar, “neste esforço de relançamento do setor do turismo em Portugal, com o envolvimento e participação de todas as entidades públicas e privadas, que pela natureza das suas competências, atribuições e representatividade, possam contribuir para o sucesso deste evento que se considera poderá emprestar um grande contributo para o relançamento do Turismo em Portugal”.