Home DESTINOS Nazaré é o centro do andebol da Europa

Nazaré é o centro do andebol da Europa

0
0

A pequeninha Nazaré transformou-se no centro das atenções do handebol na Europa com a realização do Nazaré Dreams Beach Handball, o primeiro torneio do circuito europeu da categoria a se realizar em Portugal. A competição envolve mais de 400 atletas e três dezenas de equipas e o espetáculo está garantido, com as presenças de, entre outros, os campeões masculinos de Alemanha, Holanda, Suécia e Portugal, além de várias seleções nacionais, nomeadamente a Dinamarca, em femininos.

A responsabilidade da organização é uma parceria entre o Município da Nazaré e a Federação de Andebol de Portugal, está “satisfeita” com a adesão das equipas, “apesar de haver mais três torneios EBT no centro da Europa” no mesmo fim de semana, nota Mário Bernardes.

 

“Isto demonstra a imagem que temos no andebol de praia a nível internacional e também da Nazaré, como reflexo da excelente organização do Europeu de sub-16 de 2016”, refere o coordenador-nacional de andebol de praia. O interesse no Nazaré Dreams foi tal, que seleções de outros continentes “demonstraram interesse em participar” no torneio, mas a organização não permitiu, “dado tratar-se de um circuito europeu por pontos”, o que iria “desvirtuar” a vertente competitiva.

 

“Sem dúvida que o Europeu de 2016 deu-nos muita força a nível internacional. Recordo que recebemos até um prémio da Federação Europeia de Andebol (EHF) como ‘top organizer’, num ano em que houve fases finais de indoor, e a Nazaré é do melhor que há ao nível das infraestruturas”, frisa Mário Bernardes, para quem a ” qualidade da competição está garantida”. A título de exemplo, equipas como o Balonmano Playa Azuqueca, que ganhou a Taça de Espanha há duas semanas, também marca presença na Nazaré.

Modalidade cresce

A prática do andebol de praia tem registado um crescimento exponencial nos últimos anos, “quando as coisas começaram a ser levadas mais a sério” e a Federação de Andebol de Portugal “apostou a sério” nesta vertente. “No ano passado tivemos quase 200 equipas e passámos os 2.000 atletas federados, números semelhantes à Espanha, que são os campeões mundiais e europeus. As equipas estão mais organizadas, mas queremos que os grandes clubes entrem no andebol de praia. Espero que a curto prazo isso possa acontecer. isso seria um empurrão ainda maior”, considera o coordenador nacional da modalidade, para quem o paradigma da modalidade mudou. “Há uns anos o andebol de praia não era levado tão a sério e era impensável falar de seleções. Hoje estamos nas grandes competições, conseguimos presença nos Jogos Olímpicos da Juventude, mas há questões que não se conseguem ultrapassar, como a integração dos atletas das equipas de pavilhão. Porém, esse é um problema transversal a todos os países”, declarou Mário Bernardes.

Seleções de sub-18 em preparação

As Seleções Nacionais de sub-18 masculinas e femininas vão aproveitar o torneio na Nazaré para preparar a participação nos Europeus da categoria, defrontando algumas das melhores equipas europeias da atualidade. Apesar do desnível competitivo, o selecionador Paulo Félix acredita num bom desempenho de ambas as equipas.

Palavra do presidente

 

Segundo o presidente da Câmara, Walter Chicarro  em sua página do facebook, “numa semana tremendamente importante para a nomeada internacional da Nazaré, após a cerimónia de lançamento da campanha internacional de promoção de Portugal nos EUA usando a Onda Gigante da Praia do Norte, eis que este fim de semana se realiza mais uma grande jornada desportiva internacional no nosso concelho, o 1º Nazaré Dreams Beach Handball, etapa mais pontuada do campeonato europeu de clubes de Andebol de Praia”, disse ele.

 

“O que prevejo, para além da estreia de um novo estádio ( que posteriormente parte dele será colocado no Pavilhão Municipal de Famalicão que conto terminar a obra em Janeiro de 2019 no máximo ), é um fim de semana de desporto espectacular e ao mais alto nível, com fair play, com grandes jogadores e equipas e que contribuirá mais uma vez para a afirmação do concelho da Nazaré como espaço de realização de grandes eventos internacionais e naturalmente para a dinamização da economia de todo o concelho”, comentou ainda ele.

 

“Agradeço aos serviços camarários de CMN, SMN e NQ, o grande trabalho de montagem do estádio e deste evento. Agradeço também ao Dom Fuas Andebol Clube e ao ACD O Sótão, clubes locais, a ajuda na organização deste evento”, concluiu o presidente da Câmara.