1. Home
  2. HOTÉIS
  3. As “Caraíbas brasileiras”: Hotéis Salinas reabrem no Nordeste do Brasil

As “Caraíbas brasileiras”: Hotéis Salinas reabrem no Nordeste do Brasil

0
0

 

 

Mozart Luna/correspondente

A rede de hotéis Amarantes, que administra a rede Salinas de hotéis no Nordeste do Brasil, reabre suas unidade a partir de hoje, seguindo todos os protocolos de saúde exigidos pelas autoridades em decreto do Governo do Estado. As unidades em Maragogi, Japaratinga e em Maceió começam a funcionar com 50% de suas capacidades, mas aguardam novos decreto para chegar ao 100%. Os hotéis Salinas são os mais procurados em Alagoas, o mais novo destino turístico da companhia aérea TAP, que inicia voos diretos entre Lisboa e Maceió, capital daquele Estado, no dia 2 de outubro.

O Litoral Norte de Alagoas é um  dos destinos turísticos mais vendidos pelas operadoras de turismo e das plataformas, graças as belíssimas praias e as piscinas naturais que ficam no paredão de corais.

A rede promoveu antes o soft opening” que uma forma de corrigir erros e afinar tudo antes de receber o público. Os convidados eram do segmento da atividade turística, como jornalistas especializado, operadores de viagens e autoridades da saúde.

O hotel passou por um up grade, recebendo novos equipamentos de lazer e também mudanças para proteção da saúde dos hospedes, como sinalização de solo para distanciamento social, além de farto material de higienização como alcool em gel e o estabelecimento de normas bem definidas para que possibilite o hóspedes  aproveitar o hotel sem colocar em risco a saúde.

 

Segundo o gerente operacional Ricardo Almeida, as unidades estão reabrindo com 50% de sua capacidade de funcionamento. ” Estamos cumprindo o que manda o decreto do Governo do Estado de Alagoas, com apenas 50% de nossa capacidade, mas já com todos apartamentos reservados até o final do ano”, disse ele. “Existe uma lista de espera de clientes ansiosos para virem as unidade do Grupo Amarante”, enfatiza ele.

Para o famoso réveillon também praticamente não há mais disponibilidade, o que significa que os brasileiros realmente não deixarão de viajar e continuam buscando segurança e qualidade e hospedagens, itens que foram muito bem avaliados pelos convidados que participaram do soft opening” é a chance de corrigir erros e afinar tudo antes de receber o público. Essa “abertura suave” é uma prática antiga nos Estados Unidos, onde até cassinos costumam funcionar em fase de testes antes da inauguração oficial.

O último sofit opening ocorreu na unidade Salinas de Maragogi no último final de semana, com convidados de todas as partes do Brasil, inclusive de companhias aéreas.