1. Home
  2. HOTÉIS
  3. Salinas de Maragogi no Brasil recebe convidados antes da reabertura

Salinas de Maragogi no Brasil recebe convidados antes da reabertura

0
0

 

Mozart Luna/correspondente

O hotel Salinas de Maragogi, uma das três unidades do Grupo Amarantes, recebeu neste final de semana convidados representantes do setor de turismo, além de jornalista especializados na cobertura da atividade turística. A capacidade de hospedagem foi  limitada em 50%.

Como um dos convidados, nós pudemos dizer que foi um sucesso o funcionamento dentro das novas normas; que seguem os protocolos de segurança a saúde, estabelecidos pelas entidades de saúde e o decreto estadual.

Logo no chek-in havia um grupo de colaboradores em um balcão especialmente instalado com barreiras de acrílico transparente. Os funcionários todos de máscaras e disponibilizando álcool em gel, atendiam a todos. Havia farta sinalização para orientar o distanciamento dos hospedes e sobre a obrigatoriedade do uso das máscaras. Quem fez o chek-in on line antecipadamente, só apresentava os documentos e pegavas as chaves dos apartamentos. Todo processo foi muito bem organizado e os colaboradores que receberam os convidados muito bem orientados para informar a todos.

No apartamento havia álcool em gel disponível e através de um QR CODE, os hospedes interagem com uma atendente virtual, que lhe deu todas as informações sobre o hotel, desde localização de piscinas, restaurantes, cafés, e locais de lazer, além dos horários dos passeios disponíveis.

Restaurante

O restaurante, considerado um ponto local importante para o cumprimento rigoroso dos protocolos, havia sempre uma pessoa com álcool gel na entrada para colocar nas mãos dos hospedes. A temperatura era medida apenas pela no café da manhã. A capacidade do restaurante foi reduzida para 50% e o distanciamento entre as mesas foi rigorosamente cumprimento também

Em sistema de sef service, as filas respeitavam a sinalização de solo para o devido distanciamento entre as pessoas. As crianças e adolescente foram alertados para cumprem as normas.

Os hospedes não podiam se servir, tinham que pedir a um colaborador, do outro lado do balcão, que devidamente paramentado com máscara e luvas, colocava no prato o alimento escolhido pelo convidado.

As mesas eram constantemente limpas e todo material usado, como pratos, talheres e guardanapos eram retirados imediatamente. Nos Bares das piscinas e cafés, além dos serviços nos pontos de alimentação e bebida na praia do hotel, foram estabelecidas regras de pegar bebidas.

No balcão havia uma barreira de acrílico e o convidado fazia o seu pedido que era colocando um local específico do balcão onde se podia pegar sua bebida ou petisco. As mesas também obedeciam a um distanciamento e até o luau, realizado na noite de sábado (29), seguiu rigorosamente os protocolos, com distanciamento social entre as pessoas e uso de máscaras em deslocamentos.  Não foi permitido dançar em grupos. A boa música rolou, todos curtiram sabendo das responsabilidades que se tem neste momento de controle da pandemia de covid-19.

Ouvidos por nós todos os convidados aprovaram as normas e disseram que será uma prática que chegou para ficar, mesmo quando com a vacina,  já que se a consciência agora é ter muitos cuidados preventivos para evitar, não só o covid-19, mas toda e qualquer doenças causadas pelo contato social. Será uma nova realidade, que se incorpora a nossa rotina e que as novas gerações, com certeza, absolverão essas prática como corriqueira.