Home DESTINOS Os lugares que não se pode deixar de visitar em Paris

Os lugares que não se pode deixar de visitar em Paris

0
0

Paris é sempre uma cidade que seduz pela beleza, cultura e história tudo reunido em só lugar, que atrai anualmente milhões de pessoas de todo o mundo. Visita a capital de França é para os amantes do turismo um roteiro obrigatório. Viajar o mundo e não ir a Paris é mesmo que não ter viajado.

Lá se encontram lugares únicos como bons restaurantes, museus, catedrais e passeios incríveis pelo Sena. Para você se deliciar com esta linda cidade vamos indicar alguns lugares que não se pode deixar de visitar quando for a Paris.

 

. Conviver com os «bourgeois-bohêmes» no Canal St. Martin
No tempo mais quente, as margens do Canal St. Martin estão cheias de parisienses. As passadeiras de ferro, famosas por causa do filme «Amelie», atravessam o canal. O bairro da moda à volta do Canal St Martin (10 º arrondissement) tem sido o a escolha dos burgueses-bohêmes («bobos», a nova elite social de paris). Há vários bares de vinho e novos cafés na zona.

Provar a mousse de chocolate do Chocolat Chapon
Vá até ao bairro de St. Germain, no 6º arrondissement, e prove a mousse de chocolate do Chocolat Chapon, uma das lojas de chocolate mais conhecidas de Paris. Lá dentro, há um «Bar a Mousses», onde pode experimentar cinco mousses, cada uma feita de um chocolate de origem diferente.

 

Beber um cocktail no Le Meurice
Nos loucos anos vinte, nos bares dos hotéis em Paris inventaram-se alguns dos melhores cocktails. E não há nada como beber um cocktail antes de sair para jantar. O Le Meurice, hotel lendário na Rue de Rivoli que tem mais de 180 anos, é uma ótima escolha. Era lá que Salvador Dali costumava tomar a sua bebida quando estava em Paris.

Fazer compras nas Galerias Lafayette ou no Printemps
São uma paragem obrigatória em Paris, graças aos seus detalhes arquitetónicos requintados, como os mosaicos coloridos Art Nouveau no Printemps, ou a cúpula deslumbrante neo-bizantina feita de vitrais nas Galerias Lafayette. Os terraços no telhado tanto no Printemps como nas Galeries Lafayette proporcionam vistas incríveis sobre a paisagem urbana de Paris.

 

Fazer um piquenique no Jardim do Luxemburgo
Aqui vai poder testemunhar o esplendor da vida francesa. É aqui que os parisienses se deitam ao sol e fazem um piquenique, e onde as crianças telecomandam um barquinho à vela no lago.

 

Procurar um livro na «Shakespeare and Company»
Situada nas margens do rio Sena, esta livraria inglesa foi fundada por George Whitman, em 1951, para homenagear a «Shakespeare & Company» original de Sylvia Beach (fundada em 1919) – que todos os escritores expatriados (como Joyce, Fitzgerald, Stein e Hemingway) costumavam frequentar. Em 2015, abriu um café com o mesmo nome, ao lado da livraria.

 

 

 

Mergulhar numa piscina com vista para o sena
Há uma longa tradição de prática de natação em Paris. Aliás, há uma piscina pública em quase todos os cantos da capital francesa, e muitas delas são monumentos históricos. A Piscina Josephine Baker, por exemplo, é uma piscina que flutua sobre o Sena. Fica no cais François-Mauriac, no 13º arrondissement.

 

Dormir na Place des Vosgues
Não há ambiente mais parisiense para passar a noite do que a Place des Vosges – a praça mais antiga de Paris. Localizada no distrito de Marais, a praça é rodeada de edifícios de tijolo vermelho simétricos. O Pavillon de la Reine é um hotel de quatro estrelas luxuoso e tranquilo que fica no local.

 

Provar os queijos do Androuët
Situada atrás do Panthéon, no 5º arrondissement, a Rue Mouffetard era um antigo mercado de rua. Os vendedores de rua vão vendendo as suas mercadorias neste local desde a Idade Média. O bairro é chamado de «Le Mouffe» pelos moradores. Nele, poderá encontrar a Androuët, uma loja de queijos. A seleção que eles apresentam é deliciosa.