Home CONEXÃO BRASIL Empresa Brasileira de Turismo será transformada em Agência

Empresa Brasileira de Turismo será transformada em Agência

0
0

Mozart Luna/repórter Brasil

A transformação do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) em Agência de Turismo, que é uma reivindicação antiga do trade turístico brasileiro, poderá se tornar realidade através da assinatura de uma Medida Provisória (MP) do Governo Federal. O anúncio foi realizado pelo presidente da Embratur, Gilson Neto, em um vídeo na rede social, onde estava acompanhado pelos deputados federais Marx Beltrão ( ex-ministro do turismo), Herculano Passos presidente da Frente Parlamentar do Turismo e Newton Cardoso, relator da comissão parlamentar do turismo.

Segundo Gilson Neto essa medida possibilitará o aumento do fluxo do turismo internacional no Brasil, pois a Embratur terá mais independência financeira para realizar suas ações de promoção do turismo no exterior.

A transformação da Embratur em agência trará para o Instituto recursos na ordem de R$ 400 milhões, que hoje são destinados ao Sebrae que administrar ações de turismo, sem que até agora tenha de lograr resultados para consolidação do turismo internacionais, segmento que o Brasil precisa expandir.

A MP que será editada nos próximos dias prevê as seguintes mudanças na política do turismo no Brasil:
1-Transformação da Embratur em Agência.
2-Normatização conjunta com Mercosul para Navios de Cruzeiro, aderindo às convenções internacionais que regem o setor.
3-Abertura para Clusters de Resorts integrados.
4-Isenção de vistos para Chineses e Indianos, ou aproveitamento de vistos já existentes de Países que já Isentamos.
5-Estimulo ao turismo rodoviário no cone Sul.
6-Politica de Céus livres para países do Mercosul ,igual a Europa.
7-Política de estímulo ao Turismo da 3a Idade.

Posicionamento do trade

Os empresários que fazem turismo brasileiro estão na expectativa quanto a assinatura da MP, já que a proposta de transformação da Embratur em agência é um pedido antigo do setor. Para os empresários o status de “Agência”, vai possibilitar um perfil mais técnico das atividades do órgão.

O presidente da Abih/Alagoas, Milton Vasconcelos Neto, destacou que essa é uma antiga do setor e destacou o empenho do deputado federal Marx Beltrão, quanto ministro do turismo. Segundo ele essa mudança será muito importante para alavancar o turismo internacional colocando o Brasil em pé de igualdade com outros destinos internacionais como o Caribe e o México.

“Teremos que dar ao Embratur o perfil mais profissional possível, para que possamos dar ao mercado garantias de que as metas planejadas para o desenvolvimento do turismo no país sejam seguidas à risca”, disse Jair Galvão, secretário municipal e turismo de Maceió. Segundo ele é importante que se tenha um plano de metas e ação para serem cumpridas e principalmente recursos para viabilizar as propostas. “Teremos uma valorização também dos servidores da Embratur que serão observados pela competência e capacidade de entrega das tarefas”, disse ainda ele.

A MP também contempla anseios antigos dos empresários como a abertura do mercado da aviação doméstica para empresas internacionais, através das empresas low cost e abertura de vistos para a China, que hoje é o maior emissor de turistas para vários destinos no mundo.