Home DESTINOS Louvre bate recorde de público em 2018

Louvre bate recorde de público em 2018

0
0

 

Mozart Luna – repórter

O Museu do Louvre, em Paris bateu seu recorde de visitantes em 2018 com o registro de 10 milhões, número que se aproxima de toda população de Portugal. «Pela primeira vez na sua história, e acho que pela primeira vez na história dos museus, mais de dez milhões de visitantes visitaram o Louvre em 2018», disse o presidente do Louvre, Jean-Luc Martinez. Em 2017 o museu tinha recebido 8,1 milhões de visitantes, um aumento de 10,1 por cento em relação a 2016.

O número de visitantes tem aumentado ao longo dos últimos dois anos, em contraste com os anos de 2015 e 2016, em que o número de turistas estrangeiros em Paris diminuiu, devido aos temores de atentados assolaram a cidade nesses anos.

Acervo

O Museu do Louvre foi instalado no Palácio do Louvre e possui um dos maiores acervos que conta a história da civilização ocidental, desde o Egito até Roma.

Todo material disponível existente é fruto das campanhas militares de Napoleão Bonaparte que mandou seus soldados trazerem tudo que encontrasse de relíquias e tesouros no mundo. Hoje existem intelectuais dos países que tiveram seus bens levados para França, que protestam e desejam ter de volta o que realmente pertence ao seu povo.

 

Em contrapartida existem aqueles que defendem que na França estão bem guardados e disponíveis para as futuras gerações e longe das garras dos loucos radicais que estão destruindo tudo que existe nos país do Oriente Médio.

E mesmo assim os loucos radicais ameaçam destruir o que existe em locais como o Louvre.

O acesso ao Louvre é cercado de cuidado com a segurança. O primeiro passo para ter acesso ao Museu é comprar o ticket, que pode ser realizado no próprio museu, ou através da internet, que é um pouco mais caro, mas se evita filas.

Para quem compra pela internet o bilhete terá que se buscar em uma banca de revistas, em frente ao museu e depois de mostrar o comprovante do pagamento e pegar o ingresso e ir direto para o museu.

Segurança

Na entrada os turistas são submetidos a uma revista com detectores de metais e as bolsas revistadas. Um forte aparato policial e do exercito francês se faz presente também sempre vigilantes para qualquer movimento suspeito.